Instant Sampa

Uns dias em Sampa com a namo, clicadas em polaroid e instax wide. Surpreendentemente eu não tenho nenhuma foto do primeiro dia da viagem.

Tenho uma teoria sobre fotos instantâneas: geralmente as fotos que menos fazem sentido pra quem está vendo são as que mais fazem sentido pra quem estava vivendo o momento na hora do click, como a imagem logo abaixo, com a Sara segurando o telefone, o coração pulando pela boca, segundos antes de fazer uma ligação. Enquadramento estranho, composição pobre, exposição errada, flash estourando... nada disso tira a magia do momento.