Ritual de domingo

Vou na padaria e, apesar de saber que preciso cortar a farinha da alimentação, começo a namorar um pão de batata gigante... já começo a imaginar duas fatias bem generosas lotadas de manteiga aviação. Foda-se o regime, game plan!!!!

Chego em casa, deixo o pão e o leite em cima do balcão da cozinha e vou levar os cachorros pro xixi matinal. Todos fazem xixi e voltam felizes e brincando pra dentro de casa. Ok, minha vez de fazer xixi, já imaginando as tão desejadas fatias de pão esquentando na frigideira, o suficiente pra manteiga derreter depois... mmmmm... lavo as mãos rapidinho (rapidinho mas muito bem lavadas), vou pra cozinha, abro o leite e coloco pra esquentar. Agora é só cortar o pão e... huhhhh... cadê o pão?

Olho pra sala e vejo de relance um pedaço do saco plástico na boca do Luneta. Chamo o FDP...

Luneta.jpg

"Luneta, seu corno manco! Cadê o pão que estava aqui???"

Ele foge pra caminha com cara de "não sei que fui", deita de pança (cheia, bem cheia) pra cima e faz sinal com a patinha, pedindo, na maior cara de pau, carinho na barriga.

Luneta-3.jpg

Xinguei, excomunguei,  dei bronca... mas acabei me rendendo e dando risada. Afinal eu sou obrigado a respeitar um ser que é capaz de comer um pão de forma gigante em menos de 30 segundos. 

Fui pra cozinha esquentar o leite (pelo menos isso sobrou) na torcida de que ele tenha aprendido alguma coisa com a bronca e eu possa, em outros domingos, ter um café da manhã um pouco mais farto. Ledo engano, amigos... não deu nem tempo do leite ferver pra ele já estar novamente rondando o balcão, em busca de novas guloseimas...

Luneta-2.jpg

O Luneta está pra adoção. Um querido. Um querido que ama pão de batata. Que tal dar um lar definitivo pra ele e deixar seus domingos muito mais divertidos, cheios de aventuras e surpresas? :-)

Sergio Buss2 Comments