Um Marley. Duas vitórias.

Geralmente eu começo os posts com fotos e deixo os textos para o final... uma tentativa de deixar as fotos contarem a estória. Mas nesse caso acho que essa introdução é pertinente.

Esse é o Marley. O Marley estava sendo doado em São Paulo. Encurtando bastante a estória, eu consegui uma família disposta à adotá-lo em Curitiba e acabei indo buscar o figurinha lá em Sampa e o entregando em sua nova casa. Acima, alguns momentos de nossa viagem de carro... 400Kms de muita baba e pêlos dentro do carro. E quando eu digo "muita", acredite... foi muita mesmo. Abaixo um registro genuíno dos primeiros momentos do Marley em sua nova casa... sendo apresentado para seus novos irmãos (a Fofura e o Furacão) e sua nova família humana.

Bacana, né? Cheguei a pensar em colocar essas fotos lá no OS DIAS BONS... mas como não foi uma sessão de fotos "de verdade" e sim o registro de um momento de extrema alegria pessoal, postei aqui no blog. 

E aí você me pergunta: "Mas porque o título 'Duas vitórias?'"... Bom, essa menina linda chamada Fofura (que hoje mais parece uma ovelha) um dia já se chamou Vitória. Ela foi resgatada pelas minhas amigas do Tomba Latas, dentro de uma casa com outros 80 cachorros, todos morrendo de fome. Passou muito tempo esperando um adotante, até que um dia resolvi trazê-la aqui pra casa, já que duas das minhas pequenas (a Clara e a Jujuba) vieram do mesmo inferno. Um dia essa família linda veio até a minha casa pra conhecer o Dexter, um boxer que eu havia resgatado... acabou não funcionando porque ele e o Furacão não se deram muito bem... mas eles me ligaram no dia seguinte dizendo "... gostamos muito da Vitória..." e assim a Vitória ganhou uma casa nova. Conseguir um novo lar para o Marley foi, pra mim, uma vitória (dessa vez com V minúsculo) também... fica aí então a explicação super enrolada do porque de "duas vitórias."

Pra terminar esse longo post, duas fotos da Fofura (ex-Vitória) no momento em que foi resgatada. O legal é ver essas fotos, voltar lá pra cima e abrir um sorriso vendo a nova realidade dessa menina, numa casa linda, bem cuidada e alimentada, cercada de pessoas que a tratam com a dignidade e carinho que todo animal merece.

Sergio Buss4 Comments